Afinal, o que é o Movimento Empresa Júnior?

Mas afinal, o que é o Movimento Empresa Júnior?

Conheça um pouco dessa articulação que vem ganhando cada vez mais força e visibilidade no contexto atual e que é formada por jovens inconformados e apaixonados pela causa, que têm como missão transformar o Brasil por meio da vivência empresarial.

Você sabe o que é e como funciona uma Empresa Júnior?  Se a sua resposta for não, já passou da hora de ficar sabendo. Pois o assunto do post de hoje é sobre um movimento que têm mudado não só na vida de vários jovens empreendedores, como também no mercado como um todo.

Empresas juniores têm causado um grande impacto no mercado e potencializado muitos negócios, desde aqueles que ainda estão no início até os mais tradicionais. Pois investir no mercado sênior pode ser um passo que muitas empresas ainda não estão preparadas para dar, e principalmente para aquelas que estão começando agora ou estão passando por um período de baixa de vendas, a Empresa Júnior surge como a solução ideal para o problema, com seus jovens motivados e preços mais acessíveis.

Como surgiu o movimento?

O Movimento surgiu há mais de 5 décadas e teve início na França. Na época, os alunos da Escola Superior de Ciências Econômicas e Comercias, sentiram-se desatualizados em relação às ferramentas e metodologias utilizadas no mercado por não possuírem prática e contato real com o mesmo. E foi a partir dessa necessidade que acabaram por fundar uma empresa júnior.

A Junior ESSEC Conseil, foi formada inteiramente por estudantes engajados e interessados em criar soluções, com base nos seus conhecimentos teóricos e acadêmicos, para clientes reais. E representou a primeira Empresa Júnior (EJ) do mundo, sendo uma associação civil sem fins lucrativos cujo principal objetivo é desenvolver habilidades práticas de mercado em seus membros e oferecer serviços de qualidade e com preço acessível para seus clientes.

O que de início pareceu ser uma ideia um tanto fora da realidade, por representar estudantes graduandos gerindo e administrando uma empresa, se mostrou um grande sucesso. Sucesso esse que não demorou muito tempo para atingir outros cursos como Engenharia e administração e se espalhar por outros países. O Brasil, inclusive, se deu tão bem com essa iniciativa que, atualmente, é o país com o maior número de empresas juniores no mundo!

Respondendo a pergunta: o que é o MEJ?

O MEJ, Movimento Empresa Júnior, representa então o conjunto dessas empresas, que são geridas totalmente por alunos, chamadas de juniores. E no Brasil toda essa rede é dividida em 3 âmbitos: Local, representada pelas próprias Empresas; Estadual, regulamentada pelas Federações e Nacional, regularizada pela Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores).

Atualmente existem em todo o território nacional, mais de 600 Empresas Júniores, 25 Federações, mais de 20 mil empresários juniores envolvidos e são realizados cerca de 11 mil projetos por ano, principalmente de consultoria e assessoria. O ponto chave disso tudo é acreditar que é possível impactar o país de alguma forma, não só dando vida a pequenos projetos, mas também fomentando a cultura empreendedora e sua vivência já nos primeiros períodos da faculdade, o que faz do movimento um grande agente de desenvolvimento econômico no país.

E o resultado, fruto do trabalho desses milhares de jovens que se empenham para desenvolver soluções criativas para negócios de diversas áreas, não poderia ser pequeno; No Brasil, só essas organizações movimentaram mais de 11 milhões de reais no último ano. Mostrando que o júnior mesmo é só no nome!

Vamos falar de impacto

Se pararmos para falar do nível de impacto do movimento, tanto na vida dos estudantes como no mercado em questão, chegamos à conclusão de que ele é uma grande via de mão dupla. Já que, de um lado encontramos vários microempresários e empreendedores que possuem problemas que dificultam seu desempenho no mercado ou que querem iniciar um projeto agora, mas não possuem a renda necessária para fazer um investimento nas empresas mais tradicionais.

E do outro temos um grande grupo de alunos que estão à disposição para realizar esses projetos em troca de conhecimento e experiência de mercado e empresarial. Grupo este que apresenta uma grande vontade de impactar, se empenhar e realmente fazer a diferença na vida dos clientes. Afinal, essa experiência é um passo para a formação de futuros profissionais mais completos.

A via de mão dupla existe no momento em que os problemas da sociedade são resolvidos pelas EJ’s — de uma maneira bem mais acessível — e a sociedade permite que seus problemas sejam resolvidos por alunos com muita vontade de entender na prática o mercado em que irão trabalhar!

Se liga!

Se você for aluno dos cursos de Engenharia mecânica, naval ou de materiais da UFPE não perca a chance de se inscrever no nosso processo seletivo 2018.2, as inscrições foram abertas na última quinta-feira 14/06 e vão até 28/06.

Para realizar a sua é só acessar o link abaixo e preencher o formulário:
https://form.jotformz.com/72988595384681

Saiba mais

Se depois desse post ainda restar alguma dúvida sobre o assunto ou se você quiser saber mais a respeito dos nossos serviços, não deixe de entrar em contato com a nossa equipe!

 

 

 

 

 

Afinal, o que é o Movimento Empresa Júnior?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *